Criado em 29 de Setembro de 2014

Casamento com parceiros do mesmo sexo entra na mira da imigração britânica

Após denúncia apontada pela rede de televisão britânica BBC, casamento com parceiros do mesmo sexo entra na mira do Home Office

Em março de 2014, o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi legalizado no Reino Unido equiparando-se ao casamento heterosessual.

Casamento com parceiros do mesmo sexo entra na mira da imigração britânica | Foto: Shutterstock
Casamento com parceiros do mesmo sexo entra na mira da imigração britânica | Foto: Shutterstock

Com isso, diversos casais iniciaram o processo de aplicação de visto direcionados ao Home Office, com o intuito de que seus parceiros imigrantes tenham direito de permanecer no país.

Porém, algumas semanas após a legislação entrar em vigor, quadrilhas criminosas começaram divulgando casamentos gays falsos para aqueles que querem permanecer no país mas não possuem direitos para tal.

A rede de televisão BBC gravou o momento em que uma repórter disfarçada tenta comprar um casamento forjado.

Um dos integrantes da quadrilha chega a dizer que recebe até £10.000 para organizar um casamentos falso.

A denúncia mostra como é feito todo o processo de um casamento falso, inclusive com pessoas já preparadas para serem futuros 'maridos' ou 'esposas' de quem está na busca por um visto no país.

Umas das 'futuras esposas' chega a dar dicas do que é preciso fazer e falar caso algum agente do Home Office bata em sua porta para verificar a veracidade do casamento.

A advogada Livia Suassuna, do escritório MartinsCosta Immigration, acredita que nos últimos anos, o Home Office vem buscando alternativas severas para controlar as quadrilhas e indivíduos que fazem do casamento um negócio de enriquecimento.

Ainda assim é difícil para o Home Office controlar minunciosamente todos os processos e fazer inspeções diárias com os envolvidos nos processos de aplicação de vistos.

Livia Suassuna

Segundo dados do Ministério do Interior do Reino Unido, o número de casamentos fictícios relatados triplicou nos últimos anos.

Após as denúncias feitas pela BBC, o Ministro da Imigração e Segurança, James Brokenshire, ordenou que uma forte investigação nos casamentos com parceiros do mesmo sexo.

O ministro ainda ressaltou que até o final deste ano, os servidores dos cartórios serão treinados e dotados de novas competências para melhor a identificar os casamentos fraudulentos.

Qual a sua avaliação?

You have already rated this post. Thank you!

0 5

0 Avaliações